Publicado em

Alimentos felizes

Não tem quem não seja tomado por uma sensação reconfortante depois de fazer uma deliciosa refeição. E se no cardápio tiver um docinho de brinde, a vida fica melhor ainda. “Isso por que independente do alimento que consumimos, comer provoca uma confortável sensação de bem-estar já que suprimos as necessidades físicas do nosso organismo. Mas ainda há a turma de alimentos que potencializam esta reação, já que levam em sua composição, substâncias que aumentam a liberação da serotonina, hormônio neurotransmissor responsável pela sensação de prazer”, explica a nutricionista e bioquímica Lucyanna Kalluf.

 

Lentilha

brown_lentil_16x9

É fonte de proteínas vegetais e cálcio, contribuindo significativamente para a regulação da flora intestinal. O equilíbrio do cálcio e magnésio no organismo atua no metabolismo cerebral e na produção de neurotransmissores, como serotonina e dopamina, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar.

 

Chá verde

images-2

A bebida afasta os riscos do estresse oxidativo, que é a deficiência de substâncias antioxidantes no organismo, trazendo como consequências doenças como a obesidade e até depressão. O chá verde é rico em polifenóis, nutrientes antioxidantes que atacam os radicais livres das células cerebrais, mantendo a sua atividade neuroprotetora, diminuindo a probabilidade de inflamação cerebral e favorecendo sensação de bem-estar.

 

Canela

images-3

Rica em polifenóis e antioxidantes, esta especiaria melhora a atividade da insulina, ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduz a compulsão por carboidratos e doces. Assim, colabora para evitar o sobrepeso e o acúmulo de gorduras na região abdominal e mantém a produção de serotonina em equilíbrio.

 

Mel

mel1

O alimento é um carboidrato fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem estar melhorando a função da serotonina no cérebro. O mel tem uma função importante como regenerador da microflora intestinal, quando combinado aos lactobacilos presentes no intestino. Sabe-se que mais de 90% da serotonina é produzida no intestino, portanto o mel ajuda a manter a integridade intestinal colaborando com uma melhor regulação neuro-endócrina, com mais serotonina e mais disposição e sensação de prazer.

 

Gérmen de trigo

imgHandler-1.ashx

É a parte mais nobre do trigo, que quando é refinado perde esta propriedade, e uma excelente fonte de todo aporte vitamínico do complexo B, atuando como calmante natural que diminui a irritabilidade e o nervosimo. Tem inositol, presente nas membranas celulares como fosfatidilinositol, que é necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina. “Também carrega o ácido pantotênico, a vitamina B5 ou vitamina anti-estresse que atua na síntese da acetilcolina, conferindo melhor adequação dos impulsos nervosos e das funções cerebrais”, aponta a nutricionista.

 

Nozes

images

Esta oleaginosas possui vitamina B1 (tiamina), que ajuda a converter glicose em energia. Também imita a acetilcolina, neurotrasmissor que possui um papel nas funções cerebrais relacionadas com memória e cognição. Também carrega o Inositol (fosfatidilinositol), substância reconhecida como parte do complexo B, que é necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina.

 

Tofu

images-1

É o queijo à base de soja. Com muitos nutrientes, o tofu tem o dobro de proteínas do feijão e 45% menos calorias que o queijo minas. Importante fonte de magnésio mineral que atua na regulação do metabolismo cerebral e participa da metabolização de alguns aminoácidos. “A deficiência de magnésio resulta em fadiga e deficiência de enzimas envolvidas na produção de energia”, explica Lucyanna Kalluf. Meia xícara de tofu tem em média 110mg desse mineral.

Publicado em

Vinho de alecrim atua contra cansaço mental e melhora memória

Sua mente está muito cansada?

E sua memória tem falhado com frequência?

Foi ao médico e ele descartou doenças mais sérias, como Alzheimer?

Que tal revigorar sua mente e memória com uma receitinha natural à base de alecrim?

Sim, o alecrim, um poderosíssimo estimulante orgânico, que favorece a atividade mental (memória), o ritmo cardíaco, serve para os nervos, o estresse e a ansiedade.

Mas os os benefícios do alecrim não param por aí.

Captura de tela 2014-01-31 às 15.38.08

O Alecrim:

 

ajuda a recompor o sistema nervoso após uma longa atividade intelectual;

ajuda o corpo a assimilar o açúcar, por isso é ótimo para diabéticos;

é digestivo e sudorífero;

é excelente contra anemia, menstruação insuficiente e problemas de irrigação sanguínea;

é excelente contra resfriado e bronquite;

é indicado para tendinite e dores musculares;

é indicado para problemas no coração, como arritmia cardíaca;

é ótimo contra cansaço mental e estafa;

é ótimo contra perda de memória e aumenta a capacidade de aprendizado;

é ótimo para a saúde da pele e contra lesões e queimaduras;

é útil contra queda de cabelo e caspa (nestes casos, pode-se beber o chá e enxaguar o cabelo com ele);

equilibra a temperatura do sangue e de todo o corpo;

estimula o metabolismo, agindo no fígado e melhorando a irrigação dos órgãos;

fortalece o centro vital e age em todo o organismo.

Um excelente remédio caseiro para o cansaço mental e a perda de memória é o vinho de alecrim.

Você vai precisar apenas de alecrim, mel e vinho.

O preparo é simples demais.

Coloque três galhos de alecrim em um litro de vinho tinto e adicione uma xícara de mel.

Deixe a mistura em repuso durante quatro dias em recipiente e local escuros.

Tome uma colher das de sopa três vezes ao dia (em jejum, no meio da tarde e antes de ir dormir).

 

Contraindicação: para quem tem problemas hepáticos ou com alcoolismo.

 

Publicado em

O milagre do emagrecimento rápido com vinagre de maçã e mel

apple-cider-vinegar

Muitas pessoas questionam as receitas “milagreiras” que circulam na internet prometendo o emagrecimento rápido.

De fato, boa parte dessas receitas são enganadoras.

Não se pode, porém, radicalizar e dizer que TODAS são enganadoras.

Nós do Cura pela Natureza recebemos quase que diariamente mensagens de leitores nos ensinando todo tipo de receita.

Nem todas essas receitas são aproveitáveis, pois exigimos a comprovação da eficácia delas.

E, além disso, pesquisamos muito para comprovar a veracidade das informações.

Se comprovarmos que é real o que o leitor nos disse sobre a receita, ela é publicada neste blog.

É o caso da mistura de vinagre de maçã com mel.

A leitora que indicou essa receita disse que, graças a ela, perdeu cinco quilos em um mês.

Pesquisamos e vimos muitos relatos favoráveis a essa receita.

Então resolvemos experimentá-la por uma semana.

O resultado foi surprendente: além de emagrecer, inclusive na região do abdome, a pele ficou mais radiante e a disposição aumentou.

Ou seja, a receita foi aprovada e, por isso, está a partir de hoje aqui no Cura pela Natureza.

Por que a receita funciona?

Graças ao vinagre de maçã, que é excelente para a saúde.

Ele normaliza a pressão arterial e acaba com vermes.

É ótimo contra dor de cabeça, azia e má digestão.

E o melhor para que, quer emagrecer: ele “derrete” todo tipo de gordura, pois é um poderoso alcalinizante do sangue.

Além disso, ele atua como um moderador de apetite, ou seja, diminui a compulsão por comida.

Procure um vinagre de maçã de boa qualidade, natural e, se possível, orgânico.

O mel, o segundo ingrediente desta receita, é apenas um complemento, pois o elemento-chave é o vinagre de maçã.

Veja o que você vai fazer: vai pegar 1 xícara de água e ferver.

Espere essa água ficar morna.

Acrescente a ela 2 colheres (chá) de vinagre de maçã e 2 colheres (chá) de mel.

Tome essa mistura em jejum e 30 minutos antes do almoço e do jantar.

 

Publicado em

Dez motivos para consumir o óleo de coco extravirgem

 

1 – Ação ANTIOXIDANTE – Colabora na diminuição da produção de radicais livres. Isso se deve principalmente à ação direta da vitamina E presente na gordura de coco extravirgem, composta por oito frações desta vitamina; quatro tocotrienóis (alfa, gama, delta e teta) e quatro tocoferóis (alfa, gama, delta e teta).

Ao contrário de outras gorduras, principalmente em relação aos óleos poliinsaturados, a gordura de coco diminuiu as necessidades de vitamina E do organismo.

 

2 – COLESTEROL – Ajuda na redução do mau COLESTEROL (LDL) e evita que ele se oxide. Por outro lado, promove a elevação do bom COLESTEROL (HDL), contribuindo assim na prevenção e no tratamento das doenças cerebrais e cardiovasculares.

 

3 – Colabora no processo do EMAGRECIMENTO – De fácil absorção, a gordura de coco é a melhor fonte de triglicerídeos de cadeia média, não necessita de enzimas para sua digestão e metabolismo. No fígado, estes triglicerídeos rapidamente se transformam em energia, desta maneira não se depositam no organismo. Por isso ela é considerada “termogênica”, ou seja, capaz de gerar calor e queimar calorias. Esta propriedade, aliada a capacidade que a gordura de coco tem de estimular a glândula tireoide, aumenta o metabolismo basal e, consequentemente, emagrece.

 

4 – Melhora o sistema IMUNOLÓGICO – Age na prevenção e no combate aos VERMES, BACTÉRIAS e FUNGOS, restabelecendo a energia “roubada” por estes agentes. Consequentemente melhora a absorção dos nutrientes, aumentando todas as defesas do organismo. A gordura de coco apresenta a maior concentração de ácido láurico entre todas as gorduras vegetais.

Em outras palavras, é o mesmo ácido graxo presente no leite materno.

Entre centenas de trabalhos científicos, hoje a gordura de coco extravirgem é capaz de ajudar a combater uma infinidade de bactérias, leveduras, fungos e vírus, tais como sarampo, herpes, estomatite vesicular e Cytomegalovirus (CMV), Epistein Bar vírus, vírus da hepatite C (HCV), aids (HIV), H. pylori, giárdia, cândida, cryptosporidium e outros parasitas intestinais.

 

5 – Regula a FUNÇÃO INTESTINAL – Tanto nos casos de prisão de ventre ou mesmo nas diarreias, os componentes da gordura de coco agem normalizando as funções intestinais. Ao mesmo tempo o ácido láurico, através do monolaurin, ajuda a eliminar as bactérias patogênicas (inimigas), protegendo e favorecendo o crescimento da “flora amiga”.

 

6 – Melhora o funcionamento da TIREOIDE, tendo ainda ação antienvelhecimento – Estudos realizados há mais de 30 anos comprovaram que a gordura de coco estimula a função da glândula tireoide. O bom funcionamento da tireoide faz com que especificamente o mau colesterol (LDL), através de processo enzimático, produza os hormônios antienvelhecimento: pregnenolona, progesterona e DHEA (dehidroepiandrosterona). Todas estas substâncias são necessárias na prevenção de doenças cardiovasculares, senilidade, obesidade, câncer, entre outras doenças crônicas relacionadas à idade.

 

7 – Ação COSMÉTICA – A maioria das loções e cremes comerciais é constituída predominantemente de água. Estas preparações úmidas são rapidamente absorvidas pela pele seca e enrugada. Assim que a água entra na pele, o tecido é expandido como um balão com água, então as rugas desaparecem e a pele se torna mais macia. Porém, tudo isto é temporário. Em poucas horas a água é absorvida e levada para a corrente sanguínea e, tanto a secura como as rugas reaparecem. Além de não resolver o problema de hidratação e das rugas, estes cremes ou óleos refinados estão quase sempre oxidados, trazendo consigo uma montanha de radicais livres, que agravam cada vez mais o tecido elástico da pele tornando-a mais envelhecida.

A gordura de coco pode ser aplicada diretamente sobre a pele e mesmo nos cabelos, funcionando com um “condiocinador” natural, para isso é só massagear os cabelos com 1 colher das de sobremesa antes do banho. Além de hidratar a pele e não conter radicais livres, previne rugas numa verdadeira ação antienvelhecimento. Isto se deve a “lubrificação” da pele, permitindo que os nutrientes do sangue cheguem até ela.

 

8 – Ação dermatológica – Além do poder bactericida na pele, pode ser utilizada como cicatrizante de feridas, picadas de insetos, alívio em queimaduras e, sobretudo nos eczemas e dermatites de contato, bem como no tratamento do herpes e candidíase.

 

9 – Diabéticos – Controla a compulsão por CARBOIDRATOS – Assim como os alimentos ricos em fibras ajudam a manter níveis estáveis de insulina no sangue, conseqüentemente facilitando a vida dos diabéticos, a gordura de coco proporciona uma sensação de saciedade ainda maior e, acima de tudo não estimula a liberação de insulina, contribuindo desta forma para diminuir o “craving” compulsão por carboidratos, principalmente a doces. Contrário aos demais óleos poliinsaturados que dificultam a entrada da insulina e nutrientes para dentro das células, deixando-as literalmente “famintas”, a gordura de coco “abre as suas membranas”, não somente permitindo que os níveis de glicose e insulina se normalizem, como também melhorando sua nutrição, restabelecendo os níveis normais de energia.

 

10 – Fadiga crônica e fibromialgia – Até recentemente, estas duas doenças não eram reconhecidas pela medicina tradicional. Somente agora após uma grande divulgação na mídia da melhora clínica de milhares de pacientes, é que o tradicional “stablischment”, deu mão a palmatória, chegando mesmo a ser reconhecida pelo FDA, quando liberou um medicamento para combater este mal.

Estas duas enfermidades muitas vezes se confundem e há autores que afirmam que ambas têm a mesma etiologia. Porém a esmagadora maioria da classe médica ainda insiste em afirmar que estas duas afecções são na realidade um quadro depressivo mascarado, devendo por isso mesmo ser tratadas com antidepressivos.

Enquanto na fibromialgia predomina o sintoma DOR, na síndrome da fadiga crônica, o cansaço é a tônica. Em outras palavras:

A fibromilagia pode ser considerada um processo reumático, que frequentemente acomete o pescoço, região lombar, ombros, nuca, parte superior das coxas, joelhos, nádegas, cotovelos e parte superior do tórax. É importante lembrar que os fenômenos dolorosos podem acometer qualquer parte do corpo.

Tanto a dor quanto o enrijecimento matinal é mais acentuado pela manhã, que muitas vezes é acompanhado de: insônia, dor de cabeça, depressão, mente embotada, desorientação, alterações digestivas, tonteiras, ataque de pânico e vermelhidão facial.

O sistema imunológico de uma pessoa afetada frequentemente é hipersensível a muitos fatores, tornando o indivíduo hiperalérgico a muitos alimentos. Estes sintomas podem ser agravados por outras alergias, falta de sono, estresse e infecções agudas.

Entre as causas associadas a estas duas patologias destacamos: herpes zoster, epstein-barr vírus (o vírus do beijo), mononucleose infecciosa, resfriados e estados gripais, deficiência nutricional, intoxicações por metais pesados (mercúrio, chumbo, arsênico, cádmio, flúor, cloro, entre outros), finalmente a deficiência de sais minerais e, o eterno desafio do homem, o estresse.

Hoje, a gordura de coco extravirgem talvez seja uma das melhores soluções para combater a síndrome da fadiga crônica e fibromialgia.

Os ácidos gordurosos de cadeia média, sobretudo o láurico, podem eliminar vírus como os do herpes e epstein-barr, que se acredita sejam os grandes responsáveis por estas entidades. Combate e ajuda eliminar cândida, giárdia e ameba. Ainda eliminam uma grande quantidade de vírus, bactérias e até mesmo certos vermes que podem estar relacionados à estas duas patologias.

A grande maioria dos médicos acreditam que não é um único tipo de vírus ou bactéria os responsáveis pela síndrome da fadiga crônica e, mesmo da fibromialgia, mas sim, a combinação de vários agentes e fatores. Nestas condições a gordura de coco age neutralizando uma gama enorme destes agentes infecciosos. Melhora o sistema imunológico, elimina o estado de estresse sofrido por ele. Enfim, por aumentar nosso metabolismo e por recuperamos nossa energia plena, nos sentimos “mais jovens”, com capacidade para realizar nossos sonhos.

 

Publicado em

Do-in: automassagem para ficar calma

Os resultados serão mais duradouros se aliados a hábitos saudáveis de vida
Os resultados serão mais duradouros se aliados a hábitos saudáveis de vida

 

Alguns exercícios simples podem curar males bastante comuns, como irritação, ansiedade, enxaqueca, ressaca e até inchaço. Isso porque esses problemas acontecem quando há desequilíbrio de energia no corpo.

“Uma massagem nos pontos corretos melhora a distribuição dessa energia”, assinala Flávia Giglio Bulgueroni, fisioterapeuta e acupunturista da clínica Esteticare. Ela ensina como fazer a automassagem e acabar com o desconforto.

 

É fácil fazer a massagem!

· Antes de começar, esfregue uma mão na outra até esquentar. Isso ativa a circulação nas pontas dos dedos.

· Nos pontos indicados para cada sintoma (ao lado), pressione com o polegar ou o indicador.

· Aperte cada ponto por um ou dois minutos.

· “A pressão ideal é dosada quando metade da unha fica branca, ou seja, não precisa fazer muita força”, aconselha a fisioterapeuta e acupunturista Flávia Giglio, da Esteticare.

 

Onde tocar para curar…

massagem-do-in-irritacao-nervosismo-prisao-cansaco

1. Irritação e nervosismo
2. Prisão de ventre
3. Cansaço

massagem-do-in-medo-ansiedade-enxaqueca

4. Medo e ansiedade
5. Enxaqueca

massagem-do-in-ressaca-inchaco-sinusite

6. Ressaca
7. Inchaço
8. Sinusite

 

Publicado em

Vença a celulite com centella asiática e estilo de vida saudável

A celulite é uma inflamação nas células de gordura, mas ela não está associada ao excesso de peso.

Pessoas magras também podem sofrer com esse mal.

Há várias causas e os principais são os maus hábitos alimentares, a genética o sedentarismo e o desequilíbrio hormonal.

As maiores vítimas da celulite são as mulheres.

Mais de 80% delas são afetadas pela doença.

1211200919291567683110

O bom é que a medicina natural tem um ótimo medicamento para essa doença: a centella asiática.

A centella asiática é uma planta originária da Índia.

A medicina indiana a utiliza faz mais de três mil anos.

Muitos trabalhos científicos têm mostrado que substâncias ativas da centella são muito benéficas para tratar a celulite.

Segundo esses trabalhos, os nutrientes da planta indiana agem no tecido inflamado normalizando a produção de colágeno e a melhorando a circulação local.

Dessa forma, ocorre a eliminação de células gordurosas e uma menor retenção de líquido.

O Estudo Anátomo-Clínico dos Efeitos do Extrato de Centella Asiática na Lipodistrofia Localizada (HACHEM, A., BORGOIN, JY. Etude anatomo-clinique des effects de e’extrait titre de centela asiatica dans la lipodystrophie localisse. LA Med Prat.12 [Suppl 2]: 17-21) mostrou uma melhora da celulite em 80% dos casos estudados após a administração oral do extrato da planta.

Nessa pesquisa, um grupo de pessoa consumiu centella e seguiu a dieta recomendada pelos pesquisadores por três meses.

O resultado foi que essas pessoas tiveram melhora na circulação venosa, diminuição na sensação das pernas cansadas e redução média de três centímetros no diâmetro das coxas.

Recomenda-se utilizar duas cápsulas de no máximo 200mg por dia.

Se o tratamento for iniciado assim que surgirem os primeiros sinais do problema, o resultado pode ser ainda melhor.

Importante frisar que, como qualquer tratamento, este só terá efeito se for combinado com uma alimentação saudável, atividade física e cuidados com a pele, como o uso de hidratantes e massagens para estimular a circulação.

Em até quatro semanas, os resultados do tratamento aparecerão.

No início, porém, haverá uma piora do tecido afetado.

Isso é normal e ocorrerá porque as células de gordura estarão sendo liberadas.

Quem tem gastrite, úlcera e apresenta reação alérgica à centella não devem utilizá-la.

A planta também é contraindicada a gestantes e lactantes.

 

Veja mais alguns conselhos que ajudarão você a combater a celulite:

– Coma alimentos que contêm substâncias anti-inflamatórias, como frutas vermelhas, quinua e azeite de oliva extravirgem.

– Coma alimentos ricos em fibras, para que seu intestino funcione bem e assim você elimine toxinas.

– Coma peixes, pelo menos uma posta, duas vezes por semana, fonte de ômega 3, outra substância anti-inflamatória.

– Coma semente de linhaça, que possui nutrientes que combatem os radicais livres.

– Coma melancia, excelente para o sistema linfático, pois evita a retenção de líquidos.

– Coma abacate, que reduz a inflamação das células (basta uma colher de sopa por dia).

– Coma castanhas, pois elas contêm selênio, cobre, zinco e vitamina E, excelentes antioxidantes.

– Beba duas xícaras de chá verde, pois ele possui antioxidantes e é termogênico.

– Beba muita água para hidratar as células e facilitar a eliminação de toxinas.

– Consuma muito pouco sal.

– Elimine refrigerantes e diminua o consumo de bebidas alcoólicas; substitua-os por água, sucos naturais ou água de coco.

– Pratique exercícios físicos do para favorecer a queima de gorduras; os mais indicados são os aeróbicos, como caminhada, corrida, bicicleta e natação.

 

Publicado em

8 poderosos anti inflamatórios naturais

02 t32 curcuma

Os medicamentos anti-inflamatórios muitas vezes são necessários, mas eles têm efeitos colaterais, especialmente quando usados a longo prazo.

O bom é que existem alimentos com propriedades anti-inflamatórias e eles podem ser usados profilaticamente, fazendo com que o corpo acelere a recuperação.

O consumo regular desses alimentos acarreta uma desinflamação do organismo mais rápida.

De forma mais prática, alguém que vai se submeter a uma cirurgia, consumindo esses alimentos, vai se recuperar em menos tempo e usará menos drogas anti-inflamatórios, minimizando os efeitos tóxicos dessas drogas.

Fomos em busca de alimentos com propriedade anti-inflamatórios e conseguimos formar uma lista com oito deles.

Incluir esses alimentos em sua dieta vai valer muito a pena.

 

Cúrcuma

A curcumina, substância da cúrcuma (ou açafrão-da-terra), é um poderoso anti-inflamatório. Muitas pesquisas já constaram essa qualidade dela. Por isso, em vários países é comum a venda de cápsulas com curcumina.

 

Cerejas

As cerejas são um dos mais potentes anti-inflamatórios da natureza, devido às antocianinas. Pesquisadores descobriram que impedem os danos dos radicais livres e inibem as enzimas ciclo-oxigenase (que intensificam a inflamação) melhor do que muitas drogas anti-inflamatórias.

 

Azeite de oliva extra-virgem

O azeite de oliva contém o ácido alfalinolénico (ALA), um tipo de ômega 3 que é um potente ant-iinflamatório. Note que você não deve cozinhar com azeite, mas deve consumir in natura, extraído a frio, por exemplo, em saladas ou regados, depois que a comida estiver cozida. Para cozinhar, utilize outros óleos que podem ser aquecidos a temperaturas elevadas, como óleo de coco.

 

Abacate

O abacate contém muitos compostos diferentes que combatem a inflamação .Isso inclui os carotenoides, fitoesteróis, gorduras insaturadas, como ácido graxo ômega 3, que trabalham em conjunto no processo anti-inflamatório.

 

Gengibre

Gengibre não é apenas um analgésico e anti-inflamatório natural, mas também foi mostrado para proteger o estômago contra os efeitos dos analgésicos. Beber chá de gengibre é excelente para as pessoas com artrite.

 

Alho

O alho pode reduzir a inflamação e dor no corpo, graças aos compostos de enxofre que contém.

 

Mirtilos

Um composto chamado antocianina, presente no mirtilo, é responsável pelas propriedades anti-inflamatórias desta fruta.

 

Mamão

O mamão contém as enzimas papaína e quimopapaína, que segundo estudos reduzem a inflamação no corpo. Esta fruta também contém uma grande riqueza de vitaminas, incluindo C e E, que atuam contra processos inflamatórios.