Posted on

Café gelado

Embora não seja costume por aqui, o café gelado se tornou uma opção tentadora no calor que tem atingido o País nesse verão. Nossa equipe testou e provou várias receitas de café gelado para você experimentar nesse verão. Confira:

1. Café com gelo – Míriam Castro

Gelar o café recém-coado é um problema. Precisa colocar gelo, mas a bebida quente derrete as pedrinhas bem rápido e fica aguada. Testei diversas combinações para usar o mínimo de gelo, refrescar o café rapidamente e não dilui-lo muito. Em um copo americano comum, três pedras demoram quase dez segundos para atingir uma temperatura agradável (nesse ponto, o café já está insípido). Cinco pedras são demais para o copinho aguentar. A proporção ideal foi de quatro pedras de gelo médias para um copo americano de café bem quente. Demora entre três e quatro segundos para gelar. Beba imediatamente, pois o gelo derrete em um piscar de olhos e estraga tudo. Ou prepare um gelo de café com antecedência.

2. Gelos de café e gelo de leite – Heloisa Lupinacci

Para transformar as bebidas matinais em refrescantes frapês, coloquei leite e café na forma de gelo. O café eu fiz na cafeteira italiana, para que ficasse bem concentrado. Com os gelos prontos, é só usar a imaginação e o liquidificador.

3. Gelo de café e de leite batidos – Heloisa Lupinacci

Os gelos de café e de leite são ótimos para fazer café gelado sem correr o risco de ele ficar aguado. Você pode usá-los inteiros ou bater para que virem um frozen. Eu peguei duas pedras de cada e bati no liquidificador e depois coloquei o equivalente a uma xícara de café coado na hora. Deu um cremoso café com leite gelado.

4. Iced Latte caveirinha – Fernando Sciarra

Na briga com o calor, geralmente vou de Iced Latte. O do King of the Fork – que leva 2 doses de expresso, 3 pedras de gelo e uns 250ml de leite – me inspirou a criar minha versão caseira. Enchi uma fôrma de gelos em formato de caveira com café coado, coloquei no congelador e fiquei esperando o calor chegar. Quando ele chegou, meus brabos gelos de café estavam prontos. Enchi um copo baixo com leite gelado e despejei as caveiras dentro (na queda, um ossinho não tão brabo se quebrou). Aos poucos, os gelos de café derretiam e meu Iced Latte ia se formando. Se calor e sede não derem trégua e a segunda “formada” de café estiver demorando para virar gelo, o melhor é esquecer e pedalar até o King of the Fork.

5. Café gelado com mel e limão-siciliano – Marília Miragaia

É difícil encontrar café gelado para beber em São Paulo, então qualquer variação da receita em casa é bem-vinda. Essa receita é bem simples e como é feita na coqueteleira, tudo é misturado tudo lá mesmo. O mel deixa o resultado delicado e as raspas de limão-siciliano, refrescante. Você pode, aliás, tentar com o que tiver em casa (pode ser limão-tahiti) ou experimentar com galego, cravo e até cascas de outros cítricos, como grapefruit. Gosto de fazer o café coado normalmente: como o líquido só fica alguns segundos em contato com gelo, o resultado não é aguado.

Preparo (rende dois copos grandes)

7 colheres (sopa) de café rasas
3 copos de americanos de água quente (espere um minuto depois de ferver e use)
1 colher (sopa) de mel cheia
Raspas de limão-siciliano a gosto
Três cubos grandes de gelo ou o suficiente para chegar até a boca da coqueteleira (use o gelo em cubo maior possível para não derreter e o café ficar aguado)
Faça o café, coloque na coqueteleira com o gelo, as raspas e o mel. Bata até deixar a mistura bem gelada, coe e sirva.