Publicado em

Receita de Biscoitos Natalinos de Gengibre sem lactose

ea52bd46855a9c2ff28730ea2fd79b39

1 xícara de chá de amido de milho

2 xícaras de chá de farinha de trigo

1 xícara de chá de açúcar mascavo

2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de canela

¼ de colher de chá de cravo da índia

¼ de colher de chá de noz moscada

½ colher de chá de sal

1 ½ xícara de chá de óleo

½ xícara de chá de mel

2 colheres de chá de gengibre ralado ou em pó

 

Para o Glacê:

1 clara

½ xícara de chá de açúcar de confeiteiro( impalpável)

Corante alimentício de sua preferência ou enfeites coloridos

 

Junte todos os ingredientes e misture bem. Trabalhe a massa com a ponta dos dedos até obter uma consistência firme.

Abra a massa com o rolo e faça biscoitos pequenos com o cortador de biscoitos. Arrume em uma assadeira untada e asse em forno moderado por 35 minutos. Poderá utilizar o glacê ou somente o açúcar de confeiteiro para enfeitar.

Publicado em

Receita de Shake Anti- Ansiedade

smoothie

250 ml de água

1 banana

2 colheres de sopa de Aveia em flocos grossos

2 colheres de sopa de sopa de leite de soja em pó

1 colher de sopa de cacau puro

1 colher de chá de canela em pó

1 rodela de gengibre fresco

 

Bater tudo no liquidificador durante 1 minuto.

A banana, a soja e a aveia são ótimos alimentos fontes de triptofano, um aminoácido importante no controle da ansiedade e da saciedade. A canela e o gengibre dão um toque refrescante a receita que pode ser utilizada como substituto do café da manhã ou eventualmente do jantar, especialmente por pessoas com vontade por doce aumentada.

Algumas propriedades da Canela e do Gengibre:

Canela: anti-inflamatória,anti-bacteriana,anti-fungos,anti-parasitas,melhora a memória, fonte de fibra, cálcio, ferro, digestiva, ajuda na redução do triglicerídeo e do mal colesterol, antioxidante, termogênica ou seja ajuda a queimar calorias e gorduras.

Gengibre: alivia enxaquecas, digestivo , expectorante,  anti- inflamatório, termogênico.

 

Publicado em

Biomassa

O purê preparado com a banana verde enriquece receitas sem alterar o sabor, regula o colesterol e emagrece. Dá para preparar em casa ou comprar pronto e usar em feijão, molhos, tortas doces ou salgadas.
O purê preparado com a banana verde enriquece receitas sem alterar o sabor, regula o colesterol e emagrece. Dá para preparar em casa ou comprar pronto e usar em feijão, molhos, tortas doces ou salgadas.

 

O que é a biomassa?
Trata-se de um purê preparado com a polpa da fruta ainda verde e usado como espessante em diversas preparações. Tem gente que faz brigadeiro, molho de macarronada e até estrogonofe com biomassa. E o gosto? “Não muda nada”, garante a nutricionista funcional Carolina Borghesi, de Londrina (PR). “Como a banana ainda não amadureceu, o amido da fruta não se transformou em frutose. O sabor é neutro.”

Por que faz bem?
O tal amido que ainda não virou frutose – o açúcar natural das frutas – é um nutriente fabuloso para as bactérias do bem que vivem no nosso intestino. Isso faz dele um alimento prebiótico, importante para manter a saúde, prevenindo doenças como o câncer de cólon. Esse amido, conhecido como resistente, não é absorvido pelo organismo. Ele passa direto pelo estômago e, no intestino, além de alimentar as bactérias, funciona como fibra, estimulando o bom funcionamento do órgão. “A fermentação desse amido no intestino ainda gera um subproduto, o ácido butírico, que atravessa a parede intestinal, cai na corrente sanguínea e, no fígado, ajuda a diminuir a síntese do colesterol”, diz a nutricionista Gisela Savioli, de São Paulo, autora de Alimente Bem Suas Emoções (edições Loyola).

Como ela ajuda na perda de peso
“O amido resistente aumenta a saciedade”, explica Gisela, que prescreve a biomassa para pacientes obesos e diabéticos – também nesses casos, ela tem um efeito positivo, pois deixa o esvaziamento gástrico mais lento e, com isso, evita picos de glicemia.
Como consumir
Você pode congelar a biomassa em forminhas de gelo para usar no dia a dia. Bastam duas colheres de sopa por dia para ter acesso a todos os benefícios. Pode-se juntar um cubinho no preparo do feijão, do arroz, do molho de macarrão. Cada colher de sopa cheia (equivalente a um cubinho de biomassa congelada) tem 11 calorias. . “A biomassa é maravilhosa, mas sozinha não faz milagres”, observa a nutricionista Carolina Borghesi. “Ela deve fazer parte de uma alimentação saudável e equilibrada para que seus benefícios sejam ainda mais destacados.”

Faça você mesma
1. Primeiro, lembre-se de que a banana verde não deve ter passado por aclimatação – pergunte ao seu fornecedor.

2. Separe as bananas do cacho com uma faca ou tesoura, com cuidado para que se mantenham íntegras e bem fechadas. Lave com esponja, água e sabão, enxaguando bem.

3. Em uma panela de pressão, ponha água até a metade. Espere ferver, acrescente as bananas e tampe. Quando começar a soltar o vapor pela válvula, abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos.

4. Desligue o fogo, mas não abra a panela nem a coloque sob a água da torneira. A pressão deve ser liberada naturalmente.

5. Rapidamente, descasque a fruta ainda quente com ajuda de um garfo e bata no liquidificador ou no processador até obter uma pasta. Se estiver difícil de bater, junte um pouco de água fervente (não use a água do cozimento). Utilize a biomassa em seguida ou congele. Dura de três a cinco dias na geladeira e até três meses no freezer.

6. Descongele a biomassa em banho-maria (para não talhar) e só então junte-a às receitas. Pode ser usada congelada apenas em sucos e smoothies.

 

Publicado em

Pãezinhos do céu com missô

miso-background

Missô (ou miso) é uma pasta naturalmente fermentada, feita a partir de grãos de soja cozinhados, sal e às vezes cevada. Embora seja produzido/consumido em diversos lugares da Ásia, o missô mais comum (e famoso) é o japonês. A conscistencia pode ser lisa ou granulada e a cor varia de amerelo claro até marrom escuro. Missô pode ter um sabor suave e pouco salgado ou forte e muito salgado. Ele é interessante do ponto de vista nutricional, pois tem proteínas completas, vitaminas e bactérias do bem que protegem a flora intestinal e facilitam a digestão (como toda comida naturalmente fermentada). Mas o que mais me interessa no missô é o seu intenso sabor que realça qualquer prato, graças à alta concentração de substâncias umami. – (fonte: papa capim)

 

Receita:

1 colher de sopa de fermento biológico

½ colher de sopa de açúcar demerara

¾ de xícara de leite sem lactose

1 ovo

½ xícara de óleo

3 colheres de sopa de Missô

3 a 4 xícaras de farinha de trigo branca

1 colher de sopa de germe de trigo

Em uma tigela dissolva o fermento com o açúcar. Despeje o leite morno, o ovo, o óleo , o germe de trigo, o Missô e misture tudo. Junte a farinha aos poucos e sove bem até soltar das mãos. Deixar a massa descansar até dobrar de tamanho. Faça bolinha e coloque em forma untada e asse em forno médio ( 180ºC) , por aproximadamente 25 minutos ou até o pão dourar.

Publicado em

Bolo de Fubá e Chocolate

Captura de tela 2014-11-30 às 17.45.38

1 xícara de óleo

2 xícaras de leite sem lactose

2 xícaras de fubá

2 xícaras de açúcar demerara

4 ovos

1 colher rasa de fermento

½ xícara de cacau puro

 

Leve ao fogo baixo o óleo, o leite, o fubá, o açúcar e mexa até ferver e engrossar. Retire do fogo. Deixe esfriar um pouco e acrescente as gemas e o fermento e reserve. Separe a massa em duas e em uma delas acrescente o cacau. Bata as claras em neve e misture nas duas massas. Unte e enfarinhe uma forma com buraco central. Coloque primeiramente a massa com chocolate e em seguida a massa branca. Misturar ligeiramente para que fiquem mescladas.

Assar em forno médio ( 180ºC) preaquecido por 50 minutos aproximadamente.