Publicado em

Pão de Ló Caseiro com recheio de Damasco

pão de ló

Pão de Ló:

2 ¼ xícaras de açúcar (350g)

2 ¼ xícaras de farinha de trigo (390g)

1 xícara bem cheia de água (200ml)

6 ovos

1 colher de fermento (20g)

Modo de preparo:

Bater o açúcar e as gemas até ficar um creme bem claro.

Adicione a água, o trigo, o fermento e misture.

Bata as claras em neve até ficar em ponto de suspiro.

Misturar as claras à mistura bem delicadamente. Levar ao forno para assar.

Recheio de Damasco:

500g de damasco

100g de açúcar

700ml de água

½ colher de chá de pectina cítrica

Modo de preparo:

Deixar o damasco de molho por pelo menos 6 horas para hidratar.

Escorrer os damascos e colocar com os 700ml de água para bater no liquidificador para triturar.

Juntas com o açúcar para ferver, após o inicio da fervura, coloque a pectina cítrica e cozinhe por 10 minutos.

Ganache Branco

250g de chocolate branco (cobertura branca)

85g de creme de leite

Modo de preparo:

Derreter o chocolate em banho Maria. Ainda com o chocolate quente adicione o creme de leite e misture até formar um creme brilhoso.

Publicado em

Segunda-Feira Sem Carne, vamos conhecer um pouquinho dessa ideia?

Alimentos-ricos-em-proteinas-1-860x485

Se tem um dia propício para começar a adotar novos hábitos é a segunda-feira. Quem nunca resolveu iniciar uma dieta ou apostar em uma atividade física no primeiro dia útil da semana? E se a ideia é investir em desafios que tragam benefícios, uma alternativa que tem conquistado adeptos em todo o mundo é a campanha mundial “Segunda-feira sem Carne”.

A ação tem o objetivo de conscientizar a população sobre os impactos que o consumo de produtos de origem animal têm não apenas na saúde humana, como também sobre os próprios animais e o planeta como um todo. E o principal embaixador dessa causa é ninguém menos que o cantor Paul McCartney, um dos veganos mais famosos do mundo.

Alimentos ricos em proteínas

Ficou com vontade de aderir ao movimento, mas não sabe por onde começar? O primeiro passo é saber quais são alimentos que são bons substitutos da carne e descobrir novos sabores e possibilidades gastronômicas. Confira alguns deles:

Sementes: Sementes de linhaça, abóbora, girassol e gergelim são opções ricas em proteínas. Além disso, são fonte de ômega 3, antioxidantes e vitaminas do complexo B.

Oleaginosas: As castanhas, nozes e amêndoas são alimentos que, embora bem calóricos, são recomendados para quem não consome carne. Além de fontes de proteínas, fornecem gorduras boas (que conferem energia), dão maior saciedade e protegem a saúde do coração.  A melhor forma de inserir as oleaginosas na dieta é in natura, sem aquecer. Ao serem aquecidas elas tendem a oxidar e a ficar rançosas. Você pode optar por consumir um mix delas ou um tipo por dia.

Leguminosas: O feijão é um dos ingredientes que não falta no prato da maioria dos brasileiros. Embora seja fonte de proteínas, elas não são consideradas completas e, por isso, a combinação dessa leguminosa com o arroz é considerada uma sinergia alimentar perfeita, por se completarem nutricionalmente. Outras opções de leguminosas que merecem entrar na dieta são o grão de bico (100 gramas desse grão fornecem 23 g de proteínas) e a lentilha. Essa última é importante não apenas por ser fonte de proteínas, mas principalmente graças à quantidade de ferro que concentra: ela fornece 18% do consumo diário recomendado desse mineral.

Chia: Essa semente é considerada um superalimento, graças ao seu teor nutricional. Ela é fonte de proteínas, especialmente as compostas por aminoácidos essenciais, que são aqueles que o nosso organismo não produz. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a recomendação é que se consuma 50 gramas de proteínas diariamente. Apenas 25 gramas da semente contêm 8% desse total indicado. Além disso, é fonte fibras, cálcio, potássio e magnésio.

Soja: Um dos primeiros alimentos a entrar na dieta de quem elimina a carne da dieta é a soja. E não é sem razão, afinal essa é uma fonte rica em proteínas. Vale, inclusive, incluir a soja no lanche pós-treino, já que ela ajuda a repor a energia gasta durante o exercício. O item pode ser consumido na versão em extrato (conhecido como leite de soja) ou até tofu.

Quinoa: Originária da Cordilheira dos Andes, a quinoa é conhecida como um pseudo-cereal e possui todos os aminoácidos essenciais que o organismo necessita para funcionar corretamente. Cada 100 gramas de semente contêm 12 gramas de proteínas, quantidade superior à encontrada na soja, no trigo, no arroz e na aveia.

Seitan: Conhecido como a carne de glúten, o seitan é produzido a partir do glúten de trigo e tem gosto e textura semelhantes à carne seca.  Meia xícara do alimento contém 32 gramas de proteína. O produto pode ser consumido de diversas formas, como em mistura de molhos, grelhado, cozido e como recheio de diferentes receitas.

Que tal aderir à campanha Segunda-feira Sem Carne? Deixe suas refeições muito mais nutritivas com as nossas opções! <3

Publicado em

Páprica

Fonte: Sal de Flor

paprica

1 – A PÁPRICA é uma especiaria proveniente do pimentão vermelho;

2 – A Hungria é o país que mais consumeo que mais produz e por sinal são as melhores do mundo;

3 – O nome PÁPRICA vem da palavra pimenta em Húngaro;

4 – Há dois tipos de PÁPRICA, a doce e a picante. O que determina seu sabor é o tipo de pimentão;

Tipos de pimentões vermelhos para fazer a PÁPRICA

Tipos de pimentões vermelhos para fazer a PÁPRICA

5 – É muito utilizada também na culinária espanhola – há produtores espanhóis que produzem à mão o condimento e os pimentões são escolhidos um a um para que tenha uma qualidade perfeita;

6 – Para a saúde é um excelente estimulante para a circulação, reduz e traz benefícios cardiovasculares. Possui ação anti-inflamatória e digestiva (não em excesso, lógico!).

7 – O Goulash – prato típico Húngaro, é um dos pratos mais famosos do mundo que leva PÁPRICA;

Goulash: prato típico Húngaro que leva PÁPRICA

Goulash: prato típico Húngaro que leva PÁPRICA

7 –  É um tempero versátil que vai bem com todo tipo de carnes, com batatas e vegetais e aonde mais a sua imaginação alcançar.

Ovo cozidos com páprica

Ovo cozidos com páprica

Publicado em

Quinoa

download

Pesquisa elaborada pelas colaboradoras: Regiane dos Santos e Tamires de Oliveira

06/2017.

Quinoa

(GRÃO MATERNO (idioma incas)

A Quinoa é uma espécie de planta (chinopodium quinoa willd,) nativa da região andina do Peru, Bolívia, Equador e Colômbia.

No Brasil as pesquisas com a quinoa começaram na década de 1980, pela Embrapa na sua unidade de Brasília, obtendo-se ótimos resultados.

Estes resultados mostram que o Brasil apresenta um enorme potencial para produzir a quinoa na região central, mais árida, pois a planta não exige muita chuva e pode ser cultivada na entressafra da soja, bem como nas áreas altas e frias da região sul.

Como cultivar:

Solo: Evite solos rasos, com possibilidades de encharcamentos e elevados índices de acides.

Clima: Adaptou-se bem sob temperaturas entre 20 e 28 graus na região de cerrado.

Área mínima: Pode começar por um canteiro:

Colheita: Quando a colheita apresentar nível de umidade 20%.

Suas sementes tem um revestimento natural chamado SAPONINA, naturalmente amargo (tem como função manter os insetos longe da planta, ou seja, é um pesticida natural) para remove-lo basta lavar em água antes de cozinha-la. (Para o comercio ela já vem pronta para o consumo)

TIPOS DE QUINOA

Semente (Grão) Branca, vermelha e preta

Farinha, moagem dos grãos

Flocos, alto grau de cozimento.

Obs. Apesar de suas variações de cores não existem diferença significativa no conteúdo nutricional.

 

COMO UTILIZAR QUINOA NA COZINHA

Seus grãos cozinham em menos de 15 minutos

*Saladas, sopas, molhos, pudins, pães, biscoitos e bebidas.

*Seus botões florais se igualam aos brócolis, e podem ser consumidos fervidos para aperitivos, suas folhas também são comestíveis, devendo ser misturadas com outras especiarias, para amenizar a quantidade de nitrato existente nas mesmas.

*As folhas podem ser destinadas também como complemento de alimentação animal, pois são excelentes fontes de proteína, fibras, minerais e vitaminas.

BENEFICIOS DA QUINOA

A composição pode variar um pouco, em razão da diversidade das sementes. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, a quinoa é um dos alimentos mais completos que existem, ela não contém glúten

-Acelera o metabolismo

-Evita a produção excessiva de insulina, pois possui carboidratos de baixo índice glicêmico, o que demora mais para ser transformado em açúcar pelo sangue.

-Fonte de vitamina B e E

-Rica em Ômega 3 e 6

-Vitaminas e sais minerais, e gordura boa

-Excelente fonte de carboidratos

-Contém aminoácidos essenciais ao nosso organismo

-Possui fibras dando maior sensação de saciedade

-Ação anti-inflamatória, antiviral. Ante cancerígena, antidepressiva.

-Fortalece os ossos

Previne doenças como, colesterol hipertensão, devido a % de cálcio.

 

CADA 100g DE QUINOA CONTEM;

15 g de proteínas

68 g de carboidratos

9,5 mg de ferro

286 mg de fosforo

112 m g de cálcio

5 g de fibra

335 calorias 

download (1)

RECEITA  

Pão Delicia de Quinoa                            

200 g de quinoa em flocos

100 g farinha quinoa

200 g farinha integral

400 g farinha de trigo

1 colher de fermento biológico

Açúcar a gosto

Sal a gosto

2 colheres de gordura de sua preferência.

Agua morna

MODO DE PREPARO

Misturar todos os ingredientes, colocando a agua até obter uma massa homogênea.

Deixar descansar, quando estiver no ponto de crescimento enformar, deixar descansar novamente para o crescimento. Assar em forno pré-aquecido aproximadamente por 30 a 40 minutos.

sopa-quinoa-legumes

Sopa de Quinoa

3 chuchus (pequenos) cortados em cubos

3 cenouras cortadas em rodelas

6 batatas cortadas em cubos

100 g quinoa vermelha em grão

200 g quinoa branca grão

400 g peito de frango (picado)                                   

1 cebola

2 dentes de alho

Tempero verde

Sal a gosto.

Modo de Preparo

Em uma panela refogue o alho, a cebola, depois de doura-los junte o frango, adicione agua fervente e os legumes e as quinoas e o sal, ferver até o cozimento. Adicionar o tempero verde.

Só servir.         

 

Publicado em

Receita Especial para o Dia dos Namorados – Arroz Negro com Camarão

Arroz Negro

❤️Vai jantar com seu amor hoje e está em dúvida no prato principal? Então aí vai uma dica de jantar para esse dia que é todinho apaixonado❤️

Esse prato você começa comendo com os olhos… Pois sua apresentação é linda e diferente. O arroz negro ainda é pouco utilizado aqui no Brasil, mas aqui no Celeiro você encontra ele para a ocasião que precisar. Ele dá um toque inovador ao prato e além disso, ele tem ação antioxidante e possui mais fibras e mais vitaminas que o próprio arroz integral. Então vale provar e apostar neste arroz.

Ingredientes:
– 150g de arroz negro
– 1 cebola grande
– aproximadamente 450ml de água
– sal e pimenta do reino a gosto
– 2 colheres (sopa) de manteiga
– 2 dentes de alho
– 1/2 xícara (chá) de vinho branco
– 1 tablete de caldo de legumes ou de peixe
– salsinha para finalizar
Preparação do camarão:
– 300g de camarão limpo (não descarte o rabinho que será utilizado no caldo)
– 2 colheres (sopa) de manteiga
– 4 dentes de alho
– 2 colheres (sopa) de cebolinha verde
– 2 colheres (sopa) de salsinha verde
– 1 pimenta dedo de moça
– suco e raspas de 1 limão siciliano
– sal e pimenta do reino a gosto
MODO DE PREPARO:
1- Em uma panela coloque a água, o caldo de legumes, os rabinhos do camarão e deixe ferver. Após, coe e reserve.

2- Em outra panela adicione a manteiga e doure a cebola (cortada em meia lua) e deixe suar. Na sequência adicione o alho e o arroz e misture bem. Despeje o vinho branco e deixe o álcool evaporar.

3- Siga adicionando o caldo reservado. Tampe a panela e deixe cozinhar o arroz.

4- Enquanto isso, em outra panela coloque a manteiga e doure o alho, adicione o camarão, a pimenta dedo de moça picadinha, a salsinha, a cebolinha, o suco e as raspas do limão e tempere com sal e pimenta do reino. Reserve.

5- Após, com o arroz pronto misture o camarão reservado (deixando alguns para decoração).

6- Monte o prato, salpique salsinha e sirva a seguir.

Publicado em

Sorgo

sorgo planta

(no Brasil também chamado de Milho Zaburro)

O SORGO é um cereal de origem Africana e Asiática, sua planta é semelhante a do milho, a farinha é obtida através do grão moído, forma mais utilizada para os consumidores. No Brasil os estados que mais consomem este cereal é Goiás e Minas Gerais, e é o quinto cereal mais produzido no mundo.

Antes de descobrirem os benefícios da farinha de sorgo para a saúde humana, este alimento era processado e destinado apenas para consumo de animais, e sua comercialização era feita somente em estabelecimentos específicos de alimentação para animais.

As propriedades da farinha de sorgo são bem semelhantes às do milho, a pequena diferença é que a farinha de sorgo tem mais proteína e gordura, e menos vitamina A.

BENEFÍCIOS DA FARINHA DE SORGO.

A farinha de sorgo não contem glúten e pode trazer diversos benefícios para a saúde, dentre eles podemos citar a prevenção de câncer de cólon e esôfago, ajuda na redução do colesterol e da diabetes tipo 2, também previne o envelhecimento precoce combatendo os radicais livres causadores do desgaste das células.

Graças ao seu alto teor de magnésio o sorgo contribui para um tecido ósseo saudável regulando os níveis de cálcio no corpo humano, melhora o sistema imunológico por ser rica em fibras, ajuda no emagrecimento rápido, pois proporciona maior sensação de saciedade, e é um ótimo regulador do intestino.

farinha-de-sorgo

COMO UTILIZAR A FARINHA DE SORGO

A farinha de sorgo é uma excelente opção para preparar pães, bolos, biscoitos e panquecas, não altera o gosto dos alimentos, e pode ser estourada como pipoca.

RECEITA

BISCOITO DE SORGO

150 g de gordura de coco

1 xic.(chá) de açúcar mascavo

4 gemas

1 xic. de farinha de sorgo

1 colher (sopa) fermento

1 colher (café) de essência de baunilha

Raspas da casca de laranja

Amido de milho (até dar ponto na massa)

50 g de castanha

MODO DE PREPARO

Juntar a gordura de coco, o açúcar mascavo, as gemas, a essência de baunilha, as raspas da casca da laranja e bater bem na batedeira, depois acrescenta a farinha de sorgo, o fermento, e aos poucos o amido de milho até dar ponto de sovar a massa, por último acrescenta a castanha quebrada.

Moldar os biscoitinhos e assar em forno médio.

sorgo.oceleiro
Equipe O Celeiro provando e aprovando os biscoitos de sorgo
Publicado em

Bolo de quinua com banana

quinua com banana
quinua com banana

1/2 xic. de farinha de quinua

½ xic.de flocos de quinua

2 colheres de sp. de mel ou melado

2 colheres de chá de fermento biológico

2 bananas grandes bem maduras

2 ovos

3 colheres de sp. de óleo de milho
Misturar a farinha com os flocos.Em uma tigela misturar as bananas amassadas,os ovos o mel ou melado e o óleo.Misturar bem e acrescentar a farinha e os flocos de quinua.Colocar em uma forma untada e assar por 25 minutos.